terça-feira, 12 de maio de 2009

Brahms - campanha de voto II

Ora bem, parece que Schumann ganhou apoio, vamos lá a ver se também consigo convencer alguém da sublime excelência dos concertos para piano de Brahms. Refiro-me, claro, à votação no blog "Diz que não gosta de música clássica?".

Para defender a minha dama, fartei-me de procurar videos que fossem decentes. Não faltam gravações de Ashkenazy, Baremboim, Schiff, Pollini -nenhuma delas faz jus à obra. Baremboim é particularmente "pastelão", Pollini parece tocar Chopin, Ashkenazy martela as teclas e Schiff é ... enfim, não se toca Brahms com espírito barroco.

Arrau é muito, muito bom; infelizmente o som é deplorável e não ia convencer ninguém.
O intérprete de eleição é Arturo Benedetto Michelangeli, que me levou ao firmamento: não está disponível em vídeo.

O melhor compromisso foi Kissin, Evgeny Kissin, e aqui vai em 2 partes:






Conselho: ouça de novo, com silêncio à volta, de preferência Michelangeli ou Arrau em CD. A nova edição com Nelson Freire também é aceitável.
Por falar em Michelangeli: disponível dele está o concerto de...Ravel ! O 2º andamento, genial, está aqui. (som distorcido)

2 comentários :

Paulo disse...

O Brahms também ganha apoio, claro. E que dizer do Ravel? Aliás, a dificuldade está em escolher um.

Mário disse...

Obrigado!

Só faço campanha porque os resultados actuais me parecem "distorcidos".

Não precisa de escolher só um! O voto pode ser múltiplo.