domingo, 10 de fevereiro de 2013

Barbara, de Christian Petzold

Ainda há filmes assim !

Pegar numa boa história, um drama pessoal numa época e lugar hostis aos dramas pessoais, e contá-la com eficácia narrativa, sem artifícios fotográficos ou digitais, bons actores, economia de falas - reduzidas ao mínimo necessário, ninguém grita, ninguém ri sequer - e com isso fazer-nos um grande nó na garganta.

Grande cineasta, Christian Petzold: sabe, acima de tudo dirigir a câmara e a mesa de montagem, mas também escolher actores e ter rigor nos adereços.

Já há muito tempo não saía assim de um filme, sem os olhos cheios de fogachos mas com uma profundíssima pancada na alma.

 Medo
 Solidão
 Liberdade?

Trailer

2 comentários :

Paulo disse...

Vou tentar vê-lo esta semana.

Mário disse...

Não o deixe fugir, Paulo.

Enviar um comentário