quarta-feira, 15 de abril de 2009

Händel e Lorraine Hunt


O Livro de Areia não podia deixar em branco os 250 anos sobre a morte de Händel, talvez o compositor mais ouvido a apreciado aqui. Para além do post de ontem reportado ao The Morning News, aproveito para dedicar este à grande soprano inglesa Lorraine Hunt Lieberson (1954 - 2006).

Inicio com uma obra obrigatória: Theodora (editada em DVD), numa produção de Sellars para o Glyndebourne, William Christie dirige, e Lorraine Hunt canta a ária de Irene 'As with rosy steps the morn'. É absolutamente sublime, um golpe de génio de Händel, mas a forma como Lorraine canta também é inacreditável, sobretudo atendendo às extremas dificuldades, que ela ultrapassa como se nada fosse. Nunca ninguém cantou assim.

[ária aos 0:46]

As with rosy steps the morn,
Advancing, drives the shades of night,
So from virtuous toil well-borne,
Raise Thou our hopes of endless light.

Como o róseo chegar da manhã
Aos poucos, esvai as sombras da noite
Assim com virtuosa e firme vontade
Fazeis nascer os nossos anseios de eterna luz

0 comentários :

Enviar um comentário