terça-feira, 27 de dezembro de 2011

A Ibéria vista pela NASA / ESO


(clicar)

As luzes nocturnas de Portugal e Espanha numa penínula sem fronteiras, tal como é vista pela Estação Espacial (ISS).

Além de Madrid e Lisboa, Sevilha salienta-se das outras cidades pela intensidade luminosa, e a costa algarvia / mediterrânica é um quase contínuo de luz. E que dizer da costa portuguesa (entre Porto e Lisboa) comparada com o interior ?

Como pode um país a duas velocidades queixar-se de uma Europa a duas velocidades?

Foto NASA / ESO.

2 comentários :

Fernando Vasconcelos disse...

Embora a perspectiva possa enganar fico surpreendido pelo menor fulgor aparente de Barcelona ...

Viagens disse...

Impressionante, pena que o céu não tenha estado completamente limpo. Concordo plenamente, o litoral populoso e o interior desertificado, e os sucessivos governos que ignoram esta realidade.

Enviar um comentário