terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Antoni Tàpies (1923 – 2012)


Pode-se gostar muito, pouco ou nada, mas marcou a pintura do fim do século XX. Inovou nos materiais, nas técnicas e na composição. Criou beleza através da estranheza. Bem haja, Marqués de Tàpies.

2 comentários :

Imaginário disse...

Por isto não saio daqui: há sempre algo bom para se ver, ouvir, ler...
Mesmo em momentos tristes.
Obrigado, Mário.

Mário disse...

Muito gosta na sua visita, caro Imaginário.