domingo, 6 de agosto de 2017

ponientes



' O ponientes, o tigres, o fulgores ' 
 ...

' Perscruto, ao longe, as sombras do sol-pôr...
 Chora o silêncio... nada...ninguém vem...'



«Un jour, j'ai vu le soleil se coucher quarante-trois fois!»
Et un peu plus tard tu ajoutais:
«Tu sais... quand on est tellement triste on aime les couchers de soleil...
- Le jour des quarante-trois fois tu étais donc tellement triste?
Mais le petit prince ne répondit pas.”

-----
Versos e texto de J L Borges, Florbela Espanca e Antoine de Saint-Exupéry

3 comentários :

Fanático_Um disse...

Como referi, imagens magicas e texto a condizer. Obrigado.

Mário Gonçalves disse...

Fanático_Um, obrigado por cá continuar a vir, é um resistente :)

Virginia disse...



Esse extracto do Petit Prince comove-me sempre. Lembro a voz do Gérard Phillippe no disco que os meus Pais trouxeram de Paris e que ouvi dezenas de vezes, uma delas com o meu namorado ao lado, que também gostou. Vivi numa casa na Ramada Alta onde se viam pores do sol todos os dias sobre o mar ou envolto em nevoeiro. Mudei para o Campo Alegre e aqueles horizontes fazem-me falta. Espero as fotos de Edimburgo....é agora , não é?
Boa viagem!