sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Pare, escute

Vigil, de Suzanne Vega e os Greenwich Village Songwriters Exchange(2002)

Um projecto pós- 11 de Setembro de Suzanne Vega, que reuniu um grupo de músicos da Village (Jack Hardy, Tim Robinson...) que sentiam a necessidade de exprimir qualquer coisa sobre os acontecimentos do 9-11.

Sem grande produção, este é um disco como todos deviam ser, apetece dizer "como eram dantes" : belo, melancólico, visionário, à flor da pele, por vezes sussurrado mas nunca gritado, com melodias e acompanhamentos elaborados mas sem dar nas vistas nem ceder ao "entrar no ouvido" de refrões fáceis, um disco não comercial, de que pouco se ouviu falar mas que devia ser um exemplo para todos. Não é música"erudita"; mas que todas as canções fossem assim, de nos fazer pensar, rir , chorar, suaves ou duras mas de uma simplicidade trabalhada, cantadas com a intensidade de quem não está a fingir.

Apetece ouvir muitas vezes. Mais à noite, no silêncio.

1 comentários :

Daniel Silva disse...

gostei da forma como está escrita e do "como dantes" :) so apetece uma capa à LP e nao as capinhas cd ;)

Enviar um comentário