terça-feira, 9 de novembro de 2010

Vilarinho Seco

Quando recentemente atravessava a serra de Alturas do Barroso deparei-me, quase ao fim do planalto, com a surpreendente aldeia de Vilarinho Seco.

Boca aberta de espanto, julguei estar num cenário de filme. E de facto andavam por lá uns holandeses (quem mais?) a filmar. Já à entrada umas casa com tecto de colmo e umas senhoras idosas trajadas a preto, chapéu incluído, compunham um quadro de décadas atrás.

Mais adiante, o centro: um largo com o tanque do gado, o cruzeiro, a capela, uma passagem sob arco, um relógio de sol, pináculos, escadarias, alfaias...

Junto ao curso de água, espigueiros e um belo moínho de água.

O chamado Moinho do Porto é um dos mais curiosos da região: de forma elegante, rematado pela pequena escadaria que lhe serve de acesso.

Provavelmente uma das nossas mais belas e fascinantes aldeias históricas.

2 comentários :

Carlos Pires disse...

Qual é a banda sonora? A "Senhora do Almortão"?

Paulo disse...

Um idílio, de facto.