quarta-feira, 21 de setembro de 2011

marsilea quadrifolia

Descobri, descobri a razão de todos os nossos males, porque esta nação anda sem sorte nenhuma, porque vamos de luxo a lixo, de AAA+ a ZZZ-, de +5% a -5%, de TGV a velocidade boa, de raça de descobridores a raça de caloteiros, de ínclita geração a geração à rasca:

Deixamos extinguir o trevo de quatro folhas!


Embora sob protecção legal,

Decreto-Lei nº 140/99, de 24 de Abril – Anexos B-II, b) e B-IV, b).
Decreto-Lei nº 316/89, de 22 de Setembro – Anexo I.
Directiva 92/43/CEE – Anexos II, b) e IV, b).
Convenção de Berna (Convenção Relativa à Conservação da Vida Selvagem e do Meio Natural daEuropa, 1979) – Anexo I.

foi já demasiado tarde!

Abundância
Número de efectivos muito reduzido.
Em Perigo de Extinção
Ramos Lopes & Carvalho, 1990. - Pois, 1990, foi por aqui que começou o declíneo!


Distribuição em Portugal Continental
No rio Douro, próximo da foz do rio Corgo. Apesar de intensa prospecção, desde 1994, foi localizada apenas num local na margem do Douro, em Trás-os-Montes.

Mais concretamente, na Foz do Corgo! Eis a localização do tesouro!


Vamos lá, gentes, cultivar o quadrifólio por todo o país!

3 comentários :

Enviar um comentário