terça-feira, 25 de setembro de 2012

Veneza 5: Museu Correr e Biblioteca Sansoviniana

É imperdoável, mas só desta vez entrei no Museu Correr, ali mesmo em S. Marcos. Face a outras mostras (Accademia, San Rocco, Palazzo Grassi, Guggenheim...) o Correr nunca foi prioridade.


Erro. Para começar, a sala de leitura da Libreria Sansoviniana, terminada em  1560, obra do arquitecto Jacopo Sansovino. Embora seja parte da Biblioteca Marciana, o acesso a visitas é pelo interior do Museu.


Não basta ser bonita, tem um tecto com pinturas de Veronese, e nas paredes há uma galeria de filósofos de Tintoretto, de que não nos deixam aproximar :( .

O tecto do Salão de Leitura

A Música, de Veronese

Idem (da net)


A Aritmética e a Geometria, de Veronese


Idem, da net

Depois de ver a Música e a Matemática tão genialmente retratadas, eu devia ter saído, feliz q. b. por um dia.
Mas havia tanto mais...

Os Angeli Musicanti (painel) de Stefano da Zevio:

Espantosa obra do início do séc. XV ! As caras infelizes dos desgraçados anjitos...

Que instrumento é este ?


Depois, muitos baixos relevos e bustos romanos.

Fragmento de sarcófago de uma oficina ática, séc II, retratando uma batalha no mar. 

 
Fragmento de sarcófago (séc. II, Roma) narrando o rapto de Proserpina.
Que movimento e dramatismo !


E livros antigos, claro.



 http://marciana.venezia.sbn.it/il-salone-0


Ainda, Canova:

Insegnare agli ignoranti, faz cá muita falta

Dar da mangiare agli affamati, também


Finalmente, o sonho austro-húngaro de Sissi:


Restaurados na perfeição os aposentos de Isabel da Baviera, no Palácio Real de S. Marcos, quando visitou Veneza em 1856. Tudo para uma estada de 38 dias...

O salão de baile

Quero um centro de mesa igual.

Nota engraçada: de tudo, só me foi proíbido fotografar os 9 aposentos da princesa, mesmo sem flash. A estupidez anda por onde menos se espera.

1 comentários :

Paulo disse...

Magnífico. Esses tectos de Veronese, esses fragmentos romanos...

Enviar um comentário