segunda-feira, 14 de março de 2011

Bolonha: 3 - Arte


Pinacoteca Nazionale



La Madonna del Collo Lungo, 1535, Parmigianino

PINTURAS MEDIEVAIS

Detalhe de poliptico de Pseudo Jacopino , ~ 1340

Rosto belíssimo, mas note-se o detalhe do casario em fundo.
Como diz quem sabe, É espantosa a forma como os medievais ( estas imagens são mesmo do fim da Idade Média) representam a cidade: muito cheia de cor - quando se imaginam as ruas escuras e tristes -, pormenores deliciosos de janelas, as casas sobrepostas. Aliás, nesta época, tudo devia ser muito colorido, das casas aos portais das igrejas. E a representação, sempre naif, é deliciosa.



Políptico de Giotto

Última ceia, El Greco,: fabuloso colorido

Basílica de Santo Domenico - capela de S. Domenico


Belíssima capela barroca, contendo o túmulo do santo.


Túmulo de San Domenico

San Proclo, por Michelangelo
Perfeição da forma, do gesto, o corpo humano como só ele sabia.


A FONTE DE NEPTUNO

Giambologna (Jean de Boulogne), 1565

Poderoso Neptuno, que obrigava as senhoras a desviar o olhar...


Como diz quem sabe, Por que será que as mulheres são sempre símbolo de abundância? Mesmo subalternizadas ao longo dos séculos, delas brota tudo o que é verdadeiramente importante . É assim, não se pode escamotear a Natureza, por muito que se tente!

À noite, lua, luz e sombras.


(não são minhas a 1º foto de San Proclo e o Greco)

2 comentários :

Paulo disse...

Belas fotos, Mário. Continuo a gostar da viagem.

Mário disse...

Sorte minha: na Pinacoteca pode-se fotografar sem flash.

Depois de uma 1º visita, saí, tomei café em frente na esplanada repleta de estudantes, e voltei para as fotos.

Crime: perdi o Museu Arqueológico! Horário impossível, fecha às 15h, 2ªs e feriados.

Mas o melhor está para vir - Ravenna!!!!