terça-feira, 9 de agosto de 2011

Memórias: A Carmen de Isabel Mallaguerra


Alguém mais viu a Carmen de Isabel Mallaguerra, no Rivoli do Porto, em 1984?

Foi a minha primeira ópera! E como fiquei entusiasmado - a Elsa Saque (Micaela) pareceu-me esplêndida , mas a Mallaguerra era de cair para o lado! Que voz, que presença, que vulcão! Lembro-me da força expressiva, da projecção - já não sei dizer se o canto era correcto ou não aqui ou ali. Na altura, ela substituía, em alternativa, a Fiorenza Cossotto, talvez mais ágil na voz mas com certeza menos aguerrida...

Sou capaz ainda hoje de defender que foi a melhor aproximação a uma "diva" de ópera que presenciei. À saída, senti que nunca mais esqueceria aquela récita, e é verdade. Também estava muito bem encenada (Carlos Avilez).

Possivelmente a Carmen foi o maior êxito da carreira da Mallaguerra - unanimidade da critica nacional - que viria a dedicar ao ensino do canto grande parte da sua vida. Homenagem lhe presto.

7 comentários :

Enviar um comentário