domingo, 7 de abril de 2013

Ana Hatherly, poemas em forma de desenho



No Teatro D. Maria II está uma pequena pérola de exposição - um dos corredores mostra uma colecção muito bem exposta de desenhos de Ana Hatherly, desde os anos 60 aos 90. Há miniaturas preciosas, há as conhecidas redes e teias onde palavras se vão desfiando em nada , ou onde figuras humanas são nodos de uma rede, como neurónios que se conectam. Uma hora muito bem passada num mumdo de fantasia.



Inspirado em Klee.
Estes dois são pequenas jóias !

 

Como se de um novo alfabeto se tratasse:


Já dos anos 90, do tríptico "Idade do Bronze, da Prata e do Ouro":


Discursos que são poemas visuais com ritmos vários, linhas de pontas que se soltam numa escrita ritmada como sismogramas das ondas de interioridade.

-----------------------------------
Ana Hatherly: No princípio está o gesto
Até 28 ABR 2013


1 comentários :

Virginia disse...

Fantásticos desenhos, que bem gostaria de ver. Conheci Ann Hatherley quando andava na FLUL, lembro-me de ler no antigo Letras e Artes poemas dela.

As vezes há expos que nos surpreendem e de que ninguém fala. Obrigada pela partilha lisboeta.

Abº

Enviar um comentário