segunda-feira, 19 de agosto de 2013

A brincar com a Lua


Há momentos assim, parece que estão à nossa espera. Ia eu na minha passeata ciclista de fim-de-dia, a aproveitar a fresca, o vento norte já amainado e a última luz, quando do lado oposto ao mar a Lua começou ao esconde-esconde comigo.





A noite, horas depois, trazia o vento sul, muita humidade e um halo enorme à volta do círculo branco. Enfim, foi luar de pouca dura.

3 comentários :

Virginia disse...

Muito romântico....brinque sempre com a lua ou com o sol:))

Gi disse...

... mas que seja infinito, enquanto dura!
;-)

Mário disse...

Gi,lindo, como se foi lembrar do Vinicius :)

Thx