segunda-feira, 21 de julho de 2014

Algo de fresco e alegre no Reino da Dinamarca


- isto é uma espécie de antídoto para ver se desfoco da tragédia na Ucrânia -

A Dinamarca mesmo no Verão parece-me um país triste, melancólico e algo deprimente. As pessoas com ar bem disposto que por lá observei eram estrangeiros em visita, no Nyhavn ou no Louisiana Museum, sítios imperdíveis, ou a passear nas belas falésias brancas de Møn. Ainda um dia hei-de aqui falar do Louisiana.

Nyhavn

O bem estar social evidente e o elevado nível de vida não traz àquelas gentes nem sorrisos nem um prazer em gozar a vida, e esse mau feitio nota-se também nas artes - o cinema de von Trier ! - e na pobreza musical (Nielsen ?). Nunca senti isto em nenhum outro país.

Mas este é um sinal diferente. Que jovialidade, que enorme sorriso.

Lars U. Mortensen dirige o Concerto Copenhagen.
Abertura do 'Giulio Cesare', G. F. Handel.


2º e 3º andamento do BWV 1054 de Bach:



Um nadinha trapalhões (o quê? dinamarqueses ?!!) mas perdoo pela energia.


Falésia de Møn

5 comentários :

humming disse...

Tenho de lá ir ver como é, porque estou sempre a tropeçar em artigos sobre como a Dinamarca é o país com as pessoas mais felizes da Europa, mas agora o Mário conta-me outra história. :)

Mário Gonçalves disse...

Pois seja muito bem vinda de regresso, humming.

Se calhar, dizem-se felizes, para a sondagem. Mas não aparentam.

Gi disse...

Nos últimos anos só vi pessoas com ar maioritariamente bem-disposto em Viena. Em pleno Inverno! Desde então ando cheia de vontade de lá voltar, já agora, de preferência, numa altura mais amena.

Virginia disse...

Para ver pessoas calmas e felizes, amáveis e prestáveis é ir ao Yorkshire. Em Leeds é raro encontrar pessoas malcriadas, os jovens são superalegres - então à 6ª e sábado com uns copitos a mais nem se fala). É uma ciade que me pôe bem disposta e mesmo quando a minha filha esteve doente, sempre consegui informação e apoio no hospital, o que aqui seria insólito!!

Só fui à Dinamarca em 1965. Nessa altura era um país risonho, contrastando com a Suécia, onde pareciam todos macambúzios!

Boa semana!

Mário Gonçalves disse...

Viena, Yorkshire, tomei nota, não vou lá há uns 20 anos. Obrigado pelo apoio, e da música, nada a dizer ?

Muito boa semana para tod@s @s visitantes.