segunda-feira, 14 de julho de 2014

Choveu Titânio #22


'And now for something completely different'
Monty Python


Cada vez há mais coisas fabricadas com titânio, quadros de bicicleta, turbinas de avião, jantes de "liga leve", relógios caros, parafusos para fixar a coluna vertebral ... pensei: donde vem isso tudo, será também do oriente ? Quem tiver titânio deve estar rico...

Barra de cristal de titânio. Os cristais, entre o turquesa e o lilás, podem ser muito bonitos.

O titânio foi descoberto pelo inglês William Gregor em 1791, ma só foi extraído como metal puro em 1910. É um elemento químico ( Ti ) com número atómico 22 da tabela periódica, entre o Escândio e o Vanádio, este usado em ligas de aço ultra-resistentes.


O titânio tem baixa densidade - é relativamente leve - e é um metal forte, com brilho de prata, resistente à corrosão (incluindo água do mar e cloro) e à torção.
E não há falta dele, não é nada raro - é o 9º elemento mais abundante na crosta terrestre, presente quer em rochas vulcânicas quer em sedimentares, sobretudo em dois minérios - rútilo e ilmenite.

Cristal tetraédrico de rútilo (TiO2). O rútilo é quase só aplicado em pigmentos para a indústria das tintas.

Ilmenite, FeTiO3, a principal fonte de titânio - também encontrada.... na Lua ! (cristal trigonal)

Pode formar ligas com ferro, alumínio, vanádio, de modo a melhorar as qualidades de leveza e/ou  resistência, sendo assim utilizado na indústria aeroespacial, militar (claro), automóvel e ferroviária, nas próteses ortopédicas, implantes dentários, na relojoaria e joalharia, e em artigos de desporto.

Quadro de bicicleta em titânio

Parafusos ortopédicos - tenho uns sete destes dentro de mim, daí este post...

Implante dentário.

Disco de lâminas para turbina : um objecto lindo, de arte tecnológica. Um mínimo defeito de fabrico e temos avião em perigo. Foi uma dessas que se estilhaçou, há dias, sobre Camarate !

Relógio com caixa de titânio.

A maior mina mundial a céu aberto de ilmenite é a de Tellnes, em Sokndal, Noruega, e produz cerca de 380 000 t. anuais de ilmenite. Também no norte da Finlândia, em Kolari, há uma jazida com milhões de toneladas, contendo uns 6 % de titânio.

Mas a Austrália é o maior produtor mundial com mais de 1 milhão de toneladas anuais, seguida pela África do Sul, Canadá, China, Noruega, Ucrânia. Há também importantes jazidas de ilmenite em Moçambique, já em produção. Afinal, com tanta abundância, não é ouro nem platina - por enquanto, nenhum país enriquece por ter titânio.

Fonte: mapsofworld.com

E uma coisa é ter titânio em minério bruto, outra é obter o metal pela indústria extractiva: deste, os maiores produtores são China (60 000 t), Japão, Rússia, Estados Unidos e Cazaquistão.

Uma rocha lunar basáltica rica em titânio:


Mais:
http://www.astrobio.net/pressrelease/4272/the-moons-titanium-treasure-trove

Por cá, no subsolo não se encontrou ainda, mas choveram pedaços de titânio do céu, esperemos que nunca mais.

-----------------
Pronto. 'Momento Wikipedia' de geologia e mineralogia terminado. Ao menos foi breve :)


7 comentários :

Enviar um comentário