sexta-feira, 18 de julho de 2014

Para as 298 vítimas do neo-nazismo russo


2 comentários :

Gi disse...

A música é linda. A perda dessas vidas, uma tristeza que mais uma vez põe em evidência a estupidez humana. Obviamente não falo só da burrice de quem alvejou um avião civil.

Mário Gonçalves disse...

A minha misantropia já dispensava isto, Gi. Entre burrice e crime, vamos mal, muito mal, e é aqui à nossa porta.