terça-feira, 5 de agosto de 2014

De Stanford, um 'andante tranquillo' para um Verão suave.


Ultimamente tenho trabalhado bastante aqui para o Livro, agora deu-me a preguiça. Este é um post preguiçoso.

Aqui fica, de Stanford, o 3º andamento da Sinfonia nº 1:

Gosto muito da elegância e fluência com que este andante se desenvolve, começando mais melancólico para depois, ao minuto 3.55, adquirir outro ritmo mais gracioso e uma orquestração enriquecida, antes de terminar com as madeiras a dar um toque pastoril. Deixa-me uma sensação agradável de tranquilidade e completude.

Charles Villiers Stanford (1852 - 1924) é o mais conhecido compositor clássico irlandês. Nasceu em Dublin e foi educado em Cambridge antes de  estudar música em Leipzig e Berlim. Sendo profundamente vitoriano, afastou-se das correntes modernistas, ficando fiel ao classicismo de Brahms e Mendelssohn, cujas obras dirijia frequentemente como maestro, à frente da orquestra do Royal College of Music.


0 comentários :