quarta-feira, 16 de setembro de 2015

'Angeli musicanti', de Melozzo da Forlì


Se as filas ao longo das salas do Museu do Vaticano se concentram na Capela Sistina, outras obras há, e belíssimas, que mal merecem um desvio do olhar; e contudo fiquei em pausa fascinada diante dos Angeli Musicanti, frescos de 1472 (ou 1478?) de Melozzo da Forlì destinados à decoração da ábside de uma igreja de Roma, entretanto desaparecida; foram recuperados fragmentos, alguns dos quais estes da Pinacoteca Vaticana.

Mellozo seguiu o mestre Piero della Francesca nas suas teorias geométricas da perspectiva, e que bem aprendeu.

Angelo che suona il tamburo e il flauto


Angelo che suona il tamburello


 Angelo che suona il liuto


 Angelo che suona il liuto


Angelo che suona il triangolo

Mais: http://www.settemuse.it/arte_bio_D/da_forli_melozzo.htm




Regresso assim ao 'Livro', e mais posts sobre Roma se seguirão. Podiam durar até ao fim do ano...  vou tentar ser conciso, mas não é fácil. Roma é um mundo.


2 comentários :

Fanático_Um disse...

Obrigado Mário. Para manter a tradição, um começo ao mais alto nível. Anseio pelo que estará para vir...

Gi disse...

Mário, por mim pode esquecer a concisão. Roma é, de certo modo, o meu mundo.