sábado, 12 de setembro de 2015

'Estava a olhar para o tecto e vi o céu', de J. Adams


Uma obra de John Adams faz parte da nova temporada do S. Carlos. Muito antes disso, está agora em Roma uma outra dele - I Was Looking at the Ceiling and Then I Saw the Skye, estreada no Teatro du Chatelêt, em Paris, em Junho de 2013.

Resultou da impressão causada no compositor pelo terramoto de 1994 em Los Angeles - uma ópera séria, portanto, mas composta no estilo irreverente e nada consensual de Adams.


Em Roma, tive a oportunidade de assistir, no Teatro dell'Opera, a uma récita de "Ceiling/Skyna encenação de Giorgio B. Corsetti; no mínimo muito criativa e contagiante, plena de efeitos tanto sonoros como cénicos, com recurso a aparelhagem de projecçōes, mas nem sempre eficaz.

A música que Adams compôs para o libreto ('quase uma reportagem') de June Jordan é um misto de pop, blues, soul, gospel e minimal repetitiva, numa sequência de canções sem diálogo, o que lhe valeu narizes torcidos no milieu clássico mais requintado; se calhar merecidos, nunca pensei que Adams pudesse ser tão mau. Neste caso, aborrece na primeira metade, ou mais, com retratos sem graça dos protagonistas, mas o sismo está muito bem posto em cena; a partir daí a música ganha um pouco. Termina sem graça nem fulgor .

Aqui os ensaios , apenas com acompanhamento ao piano:


E o trailer da estreia parisiense :

Nem a partitura nem o texto estão à altura da tradição do Teatro dell'Opera; é o que se arranja para ouvir/ver em Roma neste Setembro. Quem vem a Roma para ver ópera, afinal ?

Na volta terei mais fotos e, talvez, mais para dizer. Agora vou olhar para as pedras e para os frescos, as basílicas e os mosaicos, e fazer a minha própria ópera em cenários da época, ah ah. Roma à noite É uma ópera.
Por falar em terramotos, não haverá ninguém para compor uma bela obra sobre a catástrofe de Pompeia?


1 comentários :

Fanático_Um disse...

Ainda não consegui ser um admirador de Adams. Este seu texto aguça-nos o apetite sobre os que virão proximamente, com ou sem referências à ópera!
Continuação de boa estadia!