sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Abriu a bilheteira, mas o programa não agrada.


Começou a venda avulso para a temporada de 2016 na Casa da Música. Não sou apreciador da música russa romântica e do período soviético (com algumas excepções), como se deve notar pela sua ausência aqui no Livro, evitarei por isso grande parte dos concertos. O ponto alto será provavelmente a 9ª de Mahler em Setembro, que será dirigida por um maestro que me agradou bastante, Olari Elts.

Pior ainda que em anos anteriores, as assinaturas esgotaram boa parte dos melhores lugares da sala, sobrando os extremos de fila. Já se sabe o que vai acontecer: os compradores irão a aguns concertos, os mais chamativos, e deixarão cadeiras vazias em muitos outros. Enfim, talvez venha a poder aproveitá-los...

Também evitei cuidadosamente o actual maestro Brönnimann, suprema mediocridade que faz ressaltar o mérito do antecessor Christopher König.

A minha lista CdM para 2016:

8 de Janeiro
Barry Banks e Ezgi Kutlu cantam árias de Rossini, Bellini, Donizetti.
Dirige David Parry.

17 de Janeiro
As Vésperas de Rachmaninoff.
Paul Hillier dirige o Côro CdM.

8 deMarço
G. Sokolov, a peregrinação anual, programa surpresa.

24 de Março
Concertos barrocos para oboé, com Alfredo Bernardini.
Vivaldi, Platti, Marcello e Bach.

1 de Abril
Suites 1 e 2 de Peer Gynt.
Dirige John Storgärds.

15 de Abril
Arvo Pärt (In Memoriam), Mozart e Tchaikovsky.
Dirige Alexander Liebreich.

20 de Maio
Haydn, Mozart com António Rosado (pn), 7ª de Beethoven.
Dirige Christoph Altstaedt.

12 de Junho
Canções de Brahms, Cântico do Sol de Sofia Gubaidulina
Côro e Trio dirigido por Kaspars Putninç

16 de Setembro
A 9ª de Mahler, dirige Olari Elts.

7 de Outubro
O célebre Rach 3, já quase esgotado.
Toca Rafael Kyrychenko, dirige Joseph Swensen.

19 de Novembro
A Criação de Haydn, dir. Douglas Boyd
Cantam Susana Gaspar, Robert Murray, Andrew Foster-Williams
Receio seja bem pior que a de McCresh na Gulbenkian, mas não podia deixar passar.



Aqui fica uma gravação do In memoriam de Arvo Pärt.
Radio Filharmonisch Orkest, dir. James Gaffigan.




0 comentários :

Enviar um comentário