domingo, 6 de março de 2016

Nikolaus Harnoncourt, sempre !


Este ano já está marcado, mal marcado. Nikolaus Harnoncourt, um dos maiores músicos da actualidade, maestro e estudioso da música barroca e romântica que deixou interpretações inigualáveis e inesquecíveis, faleceu hoje na sua Viena, com 86 anos.

Não desaparece para mim, que o ouço regularmente, uma das muitas dezenas de gravações de Bach, Haydn, Mozart ou Beethoven por Harnoncourt está sempre no topo de uma das pilhas de discos em audição. Poucos homens se poderão orgulhar de ter produzido tanta obra de mérito nos últimos 50 anos como Nikolaus Harnoncourt, seja com o Concertgebow de Amsterdam, com a Chamber Orchestra of Europe, ou com o seu imaculado Concentus Musicus Wien.

 




Falta vai fazer, sim, o esfuziante entusiasmo com que dirigia, uma entrega total que contagiava quem assistia. Harnoncourt sabia fazer sua a obra que dirigia, e isto é raro, muito raro. Salve, maestro.

Bela homenagem:
http://brunoserrou.blogspot.pt/2016/03/nikolaus-harnoncourt-immense-musicien.html

2 comentários :

Gi disse...

Vão desaparecendo alguns dos que mais admiramos...

Fanático_Um disse...

Mais um dos Grandes que desaparece. Ficam a obra e as memórias.