terça-feira, 28 de agosto de 2012

varrer o lixo

as touradas
o fado
fátima
futebol
telenovelas brasileiras
enlatados de mau gosto
telejornais miseráveis
telejornais de 2 horas
telejornais de escândalos
propaganda sabuja
reportagens aos gritos
entrevistas vira-o-disco-e-toca-o-mesmo
a prata-da-casa rotativa à exaustão
erros crassos de português
os genéricos dos filmes cortados
intervalos de 15 minutos de publicidade em filmes
josé rodrigues dos santos arrrghh
transmissões interrompidas em momentos críticos
o festival da canção

e pior que tudo,

o repelente prós e contras

a horrenda câmara clara

e ainda há quem defenda, quem queira mais daquilo ?

Vai-te, rtp, raios te partam, de vez, que não deixas saudades.

9 comentários :

Virginia disse...

AMEN!

Mário disse...

Não contava receber concordância nem apoios... que surpresa! Obrigado, Virgínia

O que por aí corre é que "pode ser má, mas é o que temos, é nossa". Fico danado com este patriotismo de algibeira.

Virginia disse...

Assino por baixo. Concordo a 100% com tudo. Lixo pago a peso de oiro....por nós povinho que nos sujeitamos. RTP nunca foi tão bem apelidada, Mário. Será que é desta?

Não acredito....essas bestas todas que cita têm muita força...e outras que se alimentam através delas...vão lixar a proposta de todas as maneiras e feitios, dizendo que a pátria não pode viver sem um canal público...que ninguém vè!

O seu post é corajoso, será que mais ninguém vem isso?

Virginia disse...

Vê.....não vem, desculpe!

João Alves disse...

Apoiado com excepções... Câmara clara? Gosto muito... da senhora e do programa!

Virginia disse...

Também não mencionou os festivais de verão para emigrês, apresentados por pessoas de baixo nível, bacôcos e servis, cantados por artistas torna-viagem que mais parece choram depois duma piela das boas.

Oh RTP, quando do teu sal....do
São euros do nosso bolso!

José Turner disse...

Concordo com a opinião, mas permito-me não concordar com a assumpção de que uma RTP "concessionada/privatizada" poderá ser melhor.Acredito mesmo que irá piora substancialmente...e vamos continuar a pagar.
Creio que a questão fulcral é a qualidade (no caso vertente a falta da mesma)e não se é pública.

Gi disse...

Antes fosse, Mário... Mas vai, como outras coisas, ser entregue a privados sendo nós a pagar.

E alguém já definiu o que é serviço público?

Mário disse...

José Turner, Gi:

O meu desabafo é puramente "destrutivo", abaixo a RTP. pim. Outra questão é se o que vem a seguir é melhor.

SE bem conheço este país, não, não vem nada de melhor. Vem aí outra droga qualquer. De positivo só vejo o respeitinho pela Antena 2.

Mas nós deitamos a ditadura abaixo e o salazarismo ao lixo. Não quisemos saber se até havia alguma coisa de proveito por ali - varremos tudo. E construímos o quê ? esta democracia-lixo a precisar de varridela. Alguém quer voltar atrás? não.

É a mesma coisa. Arrisquemos, seja o que for que venha, mesmo que mau, não será pior. Pior é impossível.

Discordo da concessão, ideia absurda de continuar a pagar para ter outros a fazer o mesmo. Mas concordo com o fecho da RTP 2 e a venda da RTP 1.

Também é importante manter a Antena 1, única rádio com verdadeira cobertura nacional.