sábado, 8 de março de 2014

Uma estreia: Carnaval em Basileia.

Rima, e é verdade.


Volto à Suíça para um museu que me faltava - ou melhor, dois:

O Kunstmuseum Basel

E também a Fondation Beyeler, edifício lindíssimo de Renzo Piano

Qualquer deles é à vontade um dos melhores da Europa - se exceptuarmos pintura italiana e inglesa, não faltam obras mestras: de Picasso, Braque, Matisse, Mondrian, Chagall, Rothko... ; Vieira da Silva , sim ! (Chapelle gothique, Jeu d'echecs), Miró, claro, Klee e Giacometti, muitos, Calder - e a exposição temporária de Malevitch, que aprecio apesar de os tempos não irem de feição para apreciar russos.


Depois, Basileia é muito suíça , como se vê. A praça do mercado é linda, a da catedral um precioso recanto medieval.


E haverá surpresas. Para já, um Carnaval famoso e premiado que nunca vi, o Basel Fasnacht, onde o mais bonito desfile é o das lanternas, às 4h da manhã ! E sempre ao som de milhares de flautas piccolo.
Além disso, é imperdível a visita à Augusta Rauricaali mesmo ao lado.

Ah, sair.


4 comentários :

Gi disse...

Sair, sim...
Estive em Basileia há muitos anos, não me lembro de quase nada, mas fiquei com a impressão de uma cidade simpática com um elétrico muito moderno.
Não fazia ideia que tinha um Carnaval.

Mário Gonçalves disse...

Sim, Gi, o carnaval - Fasnacht - é famoso e o melhor desfile é nocturno. A cidade, pequena, já está cheia de gente de várias línguas.

Mas nada que chegue aos museus e ao meu Klee. A F. Beyeler é muito bonita de arquitectura. Fiquei deslumbrado com um Degas.

Bom fim de semana.

PS não consigo saber a idade do Yeats quando escreveu A Torre. Imagino uns 70. Quando regressar ao meu portatil investigo.

Virginia disse...

Que inveja, mas daqui a uma semana irei para a loira Albion mais uma vez...

Não será Fastnacht? Fasten é jejuar e Fast jejum. Acho que tem a ver com isso :)

BOA ESTADIA!

Mário Gonçalves disse...

Virgínia, na Suíça é mesmo Fasnacht(variante do alemão).

Obrigado, e boa viagem também !