sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Casa da Música 2015, a minha selecção de concertos


Pobre mais uma vez, como estes tempos, a programação para 2015 da Casa da Música nos seus 10 anos.


Dedicado à Alemanha, 2015 deveria (poderia ?) ser um dos melhores anos de sempre, com alguns grandes nomes convidados. Além de Sokolov, que gosta de cá vir, Andreas Staier, que também costuma aparecer, e Christian Zacharias, a solo, teremos uma única orquestra decente - a Akademie Alte Musik Berlin - mas nenhum grande maestro. A sublime Missa Solemnis, imperdível mesmo pela orquestra residente, é talvez o ponto alto.

24 de Março
Grigory Sokolov: Sonata op.10, nº3 de Beethoven)

27 de Março
Olari Elts dirige a Missa Solemnis.

17 de Abril
Alexander Shelley dirige a 4ª de Brahms.

3 de Maio
Michel Sanderling dirige a nº 64 de Haydn e a 5ª de Mahler.

30 de Maio
Andreas Staier, um programa de Telemann e Bach com a orq. barroca CdM.

18 de Setembro
Joseph Swensen num belo programa: Wagner (Idílio de Siegfried), Haydn (nº 82 'Urso') e Brahms, a nº 1, a melhor nº 1 jamais escrita.

1 de Novembro
Akademie Alte Musik: Bach (cantatas para soprano, concertos)

21 de Novembro
Baldur Brönnimann dirige um programa de Wagner - lieder e o Liebestod com Anna Hofmann.

28 de Novembro
o pianista Christian Zacharias, num programa essencialmente dedicado a Scarlatti e Chopin.

4 de Dezembro
Leopold Hager dirige Mozart (nº 34), duas árias com a soprano Ana Quintans, e a 2ª de Beethoven.


Fora da clássica, e sem nada a ver com Alemanha, destaco a

4 de Março
Al di Meola e a sua orquestra de jazz interpretam música dos Beatles. Já esteve em Lisboa (Aula Magna).





0 comentários :

Enviar um comentário