segunda-feira, 1 de junho de 2015

Casa da Música:
festa barroca em traverso e bisel, com Andreas Staier


E pronto! agora até Setembro não volto à Casa da Música, terminou a minha temporada.

E terminou bem com Andreas Staier a dirigir a Orquestra Barroca da CdM. Não são os premiados Freiburger Barockorchester, longe disso, mas desempenharam muito bem o programa de Bach e Telemann, em que Staier brilhou com a sua mestria.
Note-se o bom português: direcção com c, Maio com maiúscula...

O cravo era lindíssimo, um Titus Crijnen de 2005:

"Ars non habet inimicum nisi ignorantem"

O concerto terminou com o curto mas jubilatório Presto do concerto TWV 52 e1 de Telemann, para duas flautas (traverso e bisel) e cravo. Uma autêntica celebração, a que ninguém resiste.

Uma versão do Giardino Armonico:
video

Uma versão esfuziante, talvez de mais:





0 comentários :