domingo, 21 de fevereiro de 2016

'Il enigma benigno', secondo Eco



"Ora penso invece che il mondo sia un enigma benigno, che la nostra follia rende terribile perché pretende di interpretarlo secondo la propria verità.

Penso agora por vezes que o mundo é um enigma benigno, que a nossa loucura torna terrível porque pretende interpretá-lo como se tivesse uma verdade própria.

L'umanità non sopporta il pensiero che il mondo sia nato per caso, per sbaglio. Solo perché quattro atomi scriteriati si sono tamponati sull'autostrada bagnata. E allora occorre trovare un complotto cosmico, Dio, gli angeli o i diavoli.

A humanidade não suporta o pensamento de que o mundo nasceu por acaso, ou por engano. Só porque quatro átomos insensatos chocaram na auto-estrada molhada. Portanto há que encontrar uma conspiração cósmica: deus, os anjos ou o diabo.

La prima qualità di un onest'uomo è il disprezzo della religione, che ci vuole timorosi della cosa più naturale del mondo, che è la morte (...). Siate forte come i saggi dell'antica Grecia e guardate alla morte con occhio fermo e senza paura.

A primeira qualidade de um homem honesto é o desprezo pela religião, que o quer receoso da coisa mais natural do mundo, que é a morte (...). Sede fortes como os sábios da Grécia antiga e olhai para a morte com firmeza e sem medo.



                            Salve !

0 comentários :