quinta-feira, 21 de julho de 2016

Castle Combe, a entrada sul dos Cotswolds


Esta pequena aldeia do Wiltshire a nordeste de Bath está fora dos circuitos turísticos principais. Dar com ela é uma dor de cabeça, falta sinalização, é fácil enganar-mo-nos e ter de voltar para trás a desfazer o engano. Pouco trânsito, nada de camionetas, estradinhas lindas.


Por isso mesmo Castle Combe foi uma das mais sossegadas e autênticas aldeias por onde passei, sem comércio de turista, nem salas de chá (pena), nem souvenirs (goood). Só o casario dos séc. XV-XVII ao longo da Water Street, na belíssima pedra amarelada dos Cotswolds, floreiras e canteiros em janelas e esquinas, ruas onde se adivinha o ambiente rural de criação de ovelhas - Castle Combe nasceu e cresceu durante a época de maior produção de lã no fim da Idade Média.


Não há quase nada que ver de importante como património. Nesta tranquilidade bucólica sabe bem passear ao som da passarada e um ou outro toque de sinos; um consolo para a vista e o ouvido.


No largo principal, a Market Cross já desde o séc. XIV marca o sítio do importante mercado semanal . A casa em frente, com enxaimel* de madeira no primeiro andar, era o poderoso Tribunal.

Base quadrada esculpida da Cross.


Foram os panos de lã que fizeram a maior riqueza da aldeia; durante a feira tinham um lugar de exposição privilegiado - sob o coberto, à volta da Market Cross. Os degraus de pedra eram um auxiliar para montar/descer do cavalo.

Nesta sequência, o Tribunal, a fábrica de velas...

...e mais abaixo descendo para o rio, o Tithe Barn ('celeiro da dízima´) onde se guardavam as colheitas pecuniárias, espécie de caixa agrícola medieval.

Junto ao rio Bybrook, tributário do Avon, e à ponte dita "romana", um conjunto de cabanas de tecelões - profissão importante na aldeia medieval.

Castle Combe já foi dita a mais bela aldeia inglesa, em postais e calendários, já foi cenário de filmes históricos e séries televisivas. Vi nos Cotswolds outras mais bonitas, mais concorridas, mas nenhuma tão intocada pelo tempo. Só do castelo (que o nome sugere), um castelo normando, é que já nada resta.

Não faltam é arranjos florais:




And Castle Combe presents this charming scene,
of hill, woods and meadows cloth'd in green.
Here grand terrestrial scenes, almost celestial nice,
makes Castle Combe, sweet vale, an earthy Paradise.


                                                                    Edward Dowling (19th Century)

-------------------
*timbered house, maison à colombage


-------------------
A seguir: Gloucester - Claustro e vitrais soberbos, uma estalagem, e mais outras coisitas.


-------------------
[ah, e perdoem o poema piroso :D]

2 comentários :

SilverTree disse...

Como sempre, é um gosto viajar através dos seus posts e gosto impecável. Bem haja!

Fanático_Um disse...

Obrigado Mário, durante a leitura e admiração das fotografias, sinto que estou também a acompanhar a visita.