terça-feira, 19 de julho de 2016

Museu Herschel em Bath: cosmologia e música.


Um dos grande génios de todos os tempos, William Herschel dedicou uma vida intensa a duas das mais exaltantes actividades - a Música e a observação do Cosmos. Inventou instrumentos, construiu catálogos, descobriu astros e nebulosas.

O grande telescópio de 47''(120 cm), o maior construído por Herschel, nunca funcionou na perfeição devido a problemas de polimento.

Mas o de 18.5'' (47cm) foi um sucesso; mesmo sendo mais pequeno (7 m) só na rua tinha espaço suficiente para ser montado, para espanto e divertimento dos passantes.

William Herschel (1738 – 1822) nasceu em Hanover mas foi em Inglaterra que se distinguiu como astrónomo e compositor.


Um Jardim para ver o Cosmos


No jardim da sua casa em Bath, com telescópios e lentes do seu próprio fabrico (passava longas horas a aperfeiçoar o polimento), Herschel descobriu Urano, as suas luas Titânia e Oberon, mais duas luas de Saturno, a radiação infravermelha, numerosas estrelas duplas, o movimento do Sol e seu sistema solar, e foi o primeiro a reconheceu a Via Láctea como a galáxia de estrelas a que o nosso sistema solar pertence, semelhante à M51 que vinha observando atentamente desde 1828.

Num dia cinzento fui até à modesta New King Street, 19, onde agora funciona a Casa Museu de Herschel. Foi lá que, vindo de Hanover, ele se instalou em 1766, numa moradia despretensiosa de três andares em terrace.


A sua ocupação principal, e lucrativa, era o ensino de música, e só quando não tinha alunos se dedicava à  Astronomia. Mas mesmo com tudo o que amealhava não conseguia adquirir um telescópio de qualidade suficiente para as suas observações, pelo que decidiu fabricá-lo ele próprio. E transformou toda a casa numa oficina.

Era assim a fornalha onde cozia os espelhos telescópicos. Com condições destas, não admira que houvesse acidentes, queimaduras e fugas de metal líquido incandescente. Fazer Ciência não era a comodidade de pressionar teclas como hoje.

Os sons de triturar e polir, o ruído e o calor da fornalha, deviam criar um ambiente de inferno que só muita dedicação fazia suportar. Os espelhos que Herschel fabricava eram uma liga metálica (cobre, bronze e chumbo, arsénico, e por vezes prata e zinco). A mistura era fundida e despejada em moldes feitos de excremento endurecido de cavalo ! Bem, era preciso ser maluco, e muito mais grato estou a Herschel depois de saber o que ele passou para fazer o telescópio e descobrir que vivemos na Galáxia. E à sua irmã Carolina que conseguia manter a casa habitável.

A mesa de trabalho de Herschel, com vários instrumentos que ele usava. Polir era a tarefa mais árdua e demorada, às vezes corria mal.

Réplica do polidor parabólico, outra fantástica invenção de Hersclel (1780).

No hall de entrada, uma réplica do telescópio com espelho de 7'' feito na oficina e com que Herschel descobriu Urano no jardim das trazeiras.

Na época Bath era uma cidade pequena mas animada e bem frequentada, em particular por gente culta. Havia concertos e teatro, e passavam por lá Jane Austen, Henry Fielding, Thomas Lawrence, Gainsborough, Lord Byron; até Joseph Haydn, na sua estadia em Inglaterra, foi visitar Herschel nesta sua casa.

O piano quadrado onde Herschel compunha e dava lições de música. É um instrumento de 1775 que começava a substituir o cravo.

Esfera armilar (Itália, séc. XVIII), copernicana. Urano já é visível.

Relógio planetário de tambor (1785), simulando os movimentos do sistema solar. Descoberto 4 anos antes, o planeta Urano já lá está, no braço mais longo. No século XVIII era uma aparelho mecânico caro, muito apreciado, que ajudava à difícil compreensão dos movimentos planetários e estava em voga nos meios refinados.

"Tellarium" francês de c. 1815. Este planetário móvel era mais um brinquedo didáctico que um instrumento científico; o movimento do sistema Sol-Terra-Lua era acompanhado por um mostrador elaborado na base.



Newton, inevitável !

A maior preciosidade, mesmo em segunda edição de 1718: "Óptica, ou um Tratado de Reflexões, Refracções, Inflexões e Cores da Luz" por Sir Isaac Newton, Knight... 

Mais sobre Herschel:
http://philosophy-of-cosmology.ox.ac.uk/herschel.html

A sua irmã Carolina dedicou-se também a observação astronómica e a escrever livros de divulgação. Com um pequeno telescópio, igualmente fabricado só para ela,  descobriu 9 cometas. Pioneira das mulheres astrónomas, foi medalhada pela Royal Astronomy Society.

Wiilliam e Caroline a trabalhar no polimento de uma lente.

Depois da morte de William, Caroline prosseguiu na observação astronómica, no que era muito prestigiada.

----------------------------

Herschel era um prolífico compositor - 24 sinfonias (!), 14 concertos e muitas outras obras para os instrumentos que costumava tocar - oboé, violino, cravo e órgão. Aliás, foi da música que lhe nasceu a curiosidade pela observação astronómica !

A Harmonia das Esferas realizada ?

Matthias Bamert dirige os London Mozart Players:
Sinfonia nº 8



Allegro da Sinfonia nº12



------------------------

A seguir: Castle Combe e Lacock, a entrada sul dos Cotswolds.

0 comentários :