sexta-feira, 15 de julho de 2016

Lady Chapel, a capela gótica da catedral de Wells, uma Sainte Chapelle inglesa.



Wells é uma cidadezita, quase uma vila (10 000 hab.) de que dizem ser 'a mais pequena cidade de Inglaterra'. No emaranhado de estradas do norte do Somerset, sem GPS, não é fácil encontrá-la; só já muito perto aparece nos sinais de estrada. Ninguém lá vai de visita que não seja pela Catedral do séc. XII, lugar de peregrinação desde a Idade Média.


Centenas de esculturas decoram e aliviam a larga e imponente fachada.

Depois de visitar a pequena igreja de St. Laurence, contraste maior não pode haver com a Catedral de Wells, de exuberante gótico medieval. Dedicada a Santo André, foi construída entre 1175 e 1490, são 315 anos ! Passa agora pela cabeça de alguém empreender uma obra que demore esse tempo a concluir ?

Sem dúvida um dos primeiros grandes edifícios góticos na Europa, Wells é contemporânea de Canterbury e da nossa bela Alcobaça !

O côro encimado pelo órgão.

[à atenção da Gi :) ]

O Côro:



Não é a frente nem a nave que mais deslumbram, embora não desmereçam; mas sim a Lady Chapel por trás do côro, uma floresta finamente esculpida em pedra, troncos de árvores multi ramificadas, enquadrando magníficos vitrais, que me deixou mais impressionado ainda que a Sainte Chapelle de Paris.



Esta obra de Thomas Witney data de finais de 1326. É uma estrutura octagonal, com uma abóbada em estrela de nervuras sustentada por uma floresta de pilares que se abrem em 'palmeira'.

As janelas que não foram destruídas contêm ainda os melhores vitrais medievais ingleses.
(esta foto não é minha; fonte Wikipedia)

A famosa  'Jesse Window' é um esplêndido vitral de cerca de 1340, como há poucos na Europa.
Abraão, detalhe da 'Jesse Window'.



Fica-se de facto mudo de espanto mas também intrigado com o milagre desta construção complexa, que a qualquer momento podia ter-se desmoronado.


Visão panorâmica interactiva:
http://www.360cities.net/image/wells-cathedral-lady-chapel-alsace

No claustro há outra magia de luz e sombras; mas não se compara ao de Gloucester, que dentro de alguns dias mostrarei.



Mal saímos, uma descarga de água fez-nos lembrar desse encanto inglês que é a constante inconstância do tempo.


---------------------

Plano da Catedral de Wells:



--------------------
A seguir: Quando os Romanos estiveram a banhos em Aquae Sulis (Bath).

0 comentários :

Enviar um comentário