sábado, 6 de agosto de 2016

Passeio na Floresta de Dean, pelas margens do rio Wye


Rio Wye.

Um post florestal, coisa rara por aqui !

Tenho poucas oportunidades de passear numa floresta fechada e fresquinha como esta Forest of Dean, ouvindo quase sempre a água do rio a correr por perto. Foi uma surpresa inesperada que surgiu depois da visita ao famoso miradouro de Symonds Yat, acessível desde Ross-on-Wye, no Herefordshire.


Lá em baixo, sobre os campos e os rebanhos, voam frequentemente falcões peregrinos que habitam as falésias calcárias sobre a curva do rio. Vê-los, vi, mas nas fotos fica só uma mancha...


Royal Forest of Dean estende-se entre dois vales fluviais - o do rio Wye e o do Severn, que a separa dos Cotswolds. Este é o Wye Valley.


As espécies predominantes são o carvalho, o castanheiro, a faia e a bétula; mais recentemente pinheiros e lariços foram introduzidos. Muito diferente da floresta portuguesa, portanto. Faias e bétulas são particularmente bonitas pela sua longa ramagem descendente e entrelaçada, e algumas parecem ter centenas de anos.


Foi aqui que se forneceu em madeira a famosa frota de Lord Nelson que venceu a Armada espanhola. Nessa altura abundavam corças e javalis. Em 1936 deu-se a classifição como "National Forest Park", e passou a incluir vários percursos pedonais sinalizados.

Vamos descer para o rio.

Musgo, sinal de boa saúde vegetal.

As belas faias.


Já espreita...


E cá está:

Andam ali canoas !

É uma zona de rápidos onde os canoístas se treinam, ou se divertem.



O rio Wye tem as águas mais limpas e saudáveis dos rios ingleses; é muito procurado para a pesca - salmões e outros peixes de rio: trutas, percas, escalos, barbos, e até lampreias e enguias.


Num cantinho do rio, uma minúscula povoação com alojamento, restauração e um 'ferry' de travessia por corda puxada à mão (consegue ver-se ao longe estacionado na margem esquerda). É ali também o clube de canoagem.

Logo adiante, os rápidos do Wye.




Com o calor que se instalou por cá, espero que este possa ser um post refrescante, :)


4 comentários :

Virginia disse...



Que maavilha, Mário. Obrigada. Foi mais que refrescante. Foi estimulante. Daqui da minha sala vejo o fumo dos incêndios e nem ouso abrir a janela...
As fotos são uma maravilha e o verde é revigorante. A Inglaterra é linda....

Gi disse...

Fresquinho e apetitoso. Ando cheia de vontade de dar um passeio assim, pelo interior campestre de Inglaterra. O problema é (ainda) levar o Jr.

Mário Gonçalves disse...

Gi,

fartei-me de ler tabuletas "dogs welcome" , "dog friendly"...

Claro que não faltavam recipientes, nunca vi nem passeios nem caminhos florestais sujos com "aquilo" que cá abunda.

Mário Gonçalves disse...

Virgínia,

Daqui da praia vejo três frentes de fumo, espalhando-se horizontalmente com os ventos, a convergir no pôr do sol, que está de um vermelho sangue. É um belo horrível.

Enviar um comentário