segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Upernavik, o sítio da Primavera



Upernavik ("O Sítio da primavera" ) é uma pequena e longínqua comunidade na costa Noroeste da Gronelândia . A 72º de latitude, é o último porto visitado pelos ferries costeiros de Ilulissat.


Foi fundada em 1772 como colónia de pescadores dinamarquesa. Os antigos edifícios de comércio e negócio são agora um museu aberto. As casas pintadas nas cores do arco-íris contrastam com a brancura da paisagem.


Upernavik ainda é uma importante base de pesca do halibut e de caça de focas e baleias. Aproximadamente 1150 habitantes, muitos de etnia inuit, têm nessa actividade o seu modo de vida e sustento. Em 1824, uma pedra rúnica Viking foi encontrada nos arredores de Upernavik. Continha caracteres rúnicos do fim do século 13. Nunca um artefacto Viking tinha sido encontrado em tão altas latitudes - prova de que eles não se ficaram pelas terras verdes do Sul, mas exploraram grande parte da costa ocidental da ilha.

A pedra rúnica

Conjunto histórico (museu)

Igreja antiga, agira parte do museu

Primeiro dia de aulas - uma festa.

Radio Upernavik

O sol da meia noite e a longa noite polar alternam num ciclo anual, com as 24 horas de luz a vigorar de 12 de Maio a 1 de Agosto.

A disfrutar o sol da meia noite

Por sua vez, a noite polar vai de 4 de Novembro, último dia onde se vê um segundo de Sol, até 5 de Fevereiro, quando o seu regresso é festejado com alegria.


Natal em Upernavik

Upernavik é uma mistura da cultura antiga de caçador e da nova indústria "high-tech" das pescas; trenós de cães e motas de neve convivem no dia a dia.

Hospital de Upernavik

"Upernavik , mais do que o limite da navegação segura para Norte, é a mais remota fronteira da vida civilizada" Henri Thoreau

Mudanças climáticas - de novo, mais confusão

O gelo veio mais cedo este ano!

Em 2009 o gelo chegou mais cedo aos portos do Norte da Gronelândia, que podem já não abrir mais nesta temporada. As populações que vivem ao longo desta costa vão sofrer com a falta das mercadorias que habitualmente são entregues uma última vez por esta altura do ano. A culpa é do gelo invulgarmente espesso (30 cm) que se instalou nos portos.

(Sermitsiaq News)

Voltarei em breve a esta questão.




0 comentários :