sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Começou a longa noite polar


Desde finais de Novembro, as regiões do Ártico entraram na temporada da Noite Polar. Despediram-se do Sol, que só regressa dentro de uns dois meses, pelo fim de Fevereiro, recebido com festas e alegria. Até lá, Boa Noite!


Ao meio dia é crepúsculo - o sol tenta espreitar entre os picos nevados , mas não consegue. Na realidade nunca fica totalmente escuro como numa noite normal. Há uma espécie de lusco-fusco permanente, e com Lua Cheia a noite polar até tem mais luz que uma noite nos trópicos.


A Noite de Natal pode comemorar-se todo o dia ... apesar da melancolia de dois meses sem sol, os povos do ártico já estão preparados e até aproveitam com agrado a noite polar para alterar o estilo de vida. Passam horas a apanhar peixes através de furos na camada de gelo, praticam jogos em sociedade, vêem doses maciças de filmes. Os passeios sob a luz da Lua, reflectida na paisagem de gelo, proporcionam visões mágicas, fantásticas. E qualquer hora é boa para um soninho, ou para um café:

Gostava de experimentar... ouvia música até o sol nascer...

4 comentários :

Gi disse...

E além disto tudo, pode haver alguma aurora boreal, que deve ser uma coisa extraordinária e eu provavelmente nunca verei (funciono a energia solar e a noite ártica daria cabo de mim).

Alberto Velez Grilo disse...

Eu já quase experimentei... Não a noite polar, mas quase. É curioso, mas, como a Gi, penso que não é para mim.

Mário disse...

Gi, Alberto

Gosto da noite, gosto da fresca, gosto do luar. Se houver música, então...

Com aurora boreal seria o paraíso!

E são só dois meses, afinal. Prometo que vos convido para experimentar!

Alberto Velez Grilo disse...

Mário

Convite aceite...

É só marcar :)