sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Richard Egarr - os concertos para órgão op. 4 de Händel

Já referi o concerto de Richard Egarr na CM com a AAM ; e também o CD que tenho mantido "em audição" nos últimos tempos.

Volto ao asunto porque me parece uma das melhores prendas de Natal para 2009, mais do que as edições recentes das "divas" do canto lírico.

A Academy of Ancient Music é resplandecente de musicalidade, Egarr dedilha o modesto órgão de câmara com uma agilidade e mestria que revelam uma desconhecida riqueza da ornamentação e de improviso. A gravação da Harmonia Mundi tem uma sonoridade luxuosa. Já repeti vezes sem conta e ainda sem cansar.

Pela primeia vez, é revelada a virtuosística decoração que Händel executava, pois o órgão era o seu forte, deslumbrando os contemporâneos com interpretações coloridas e graciosas . Imposssível num grande orgão de tubos, é vertiginosamente cantarolada pelos dedos de Egarr, que fala disso mesmo nesta entrevista:




Richard Egarr, Academy of Ancient Music
Andante in G major from the concerto Op.4 No.1 HWV 289



Allegro in G major from the organ concerto Op.4 No.1 HWV 289


0 comentários :