segunda-feira, 7 de maio de 2012

A Guernica e uma Bíblia moçárabe de 920

A Bíblia do Diácono Juán de Léon, manuscrita em 920, pode ter sido uma inspiração muito forte para a Guernica de Picasso:

Segundo estudos recentes, a "coincidência" não é improvável - é imposssível. O touro, o leão, o cavalo exibem demasiadas semelhanças, e Picasso teve conhecimento da famosa Bíblia sacra da catedral de Léon, de inspiração moçárabe e em escrita visigótica. As ilustrações do diácono Juán são cubistas "avant la lettre", e até com as Demoiselles d'Avignon há semelhanças chocantes !

Consultar:

http://www.turismo-prerromanico.es/arterural/miniatura/BIBLIASACRA-LEON/BIBLIASACRA-LEONficha.htm

http://www.artknowledgenews.com/Cathedral_of_Leon_Museum.html

Bem, terá Picasso violado direitos de autor por não ter citado a fonte ?

3 comentários :

Gi disse...

Muito bem visto!
A propósito disto, vou mandar-lhe uma coisa que recebi acerca de umas certas cópias Van Goghianas.

Mário disse...

Obrigado, Gi, já respondi.

Conhecia mal o caso de Van Gogh, mas sei que já era público na época.

Mas Picasso, esse grande herói, nunca tinha sido posto em causa...

Abraço

Virginia disse...

É natural que todos os pintores se inspirassem em alguma coisa já existente para criarem as suas obras, o que não quer dizer que elas não sejam originais. Tb se diz que a música já foi tocada algures quando aparece um novo compositor...ou que um livro já é plagio de um outro anterior. Não me preocupa muito esse tipo de
boatos, mas sim as cópias deliberadas e falsas que se vendem como originais.