segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Que horrível, ser alguém ! Que público, como um sapo...


I'm nobody ! Who are you ?
Are you nobody, too ?
Then there's a pair of us -- don't tell !
They 'd banish us, you know. 

How dreary to be somebody!
How public, like a frog
To tell your name the livelong day 
To an admiring bog !


Emily Dickinson

2 comentários :

Gi disse...

Sempre é um consolo! ;-)

Mário Gonçalves disse...

Em certa casa há muitos anos era costume 'alguém' dizer, "então, ninguém vai levar o lixo?". Já se sabia que 'ninguém' era eu :D

Enviar um comentário