sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Bruges, Gand, Damme e Tournai: a despedia da Flandres


Chegou o momento de voltar a Bruges e Gand, mas com sabor a despedida, pois será certamente a última. Novidade será uma escapada a Damme e a Tournai.

Bem sei que as duas cidades históricas da Flandres já são um lugar-comum muito batido, invadidas diariamente por excursões irritantes de selfie-makers e infestadas de filas para tudo - desde mesa na esplanada até ao passeio pelos canais. Espero escapar um pouco a isso em Setembro, a residir lá uma semanita, podendo disfrutar das manhãs e dos crepúsculos. Talvez consiga ter um vislumbre da Gand mais autêntica - a minha favorita - e de uma Bruges sossegada.

Gand / Gent , Vrijdagmarket

Tournai / Doornik, Grand Place

Até dia 10. Bom mês de Setembro.


3 comentários :

Virginia disse...


Estive em ambas as cidades em 1965 e eram lindas....tirei fotos a preto e branco e ainda hoje são belas...

Boa viagem...

Gi disse...

Espero que esteja encantado, Mário. Talvez se lembre que estive em Bruges e Gand há quase dois anos (como o tempo corre! de facto), fico à espera de posts para comparar as experiências.

Mário Gonçalves disse...

Tinha a impressão de ter sido há mais de dois anos, Gi. Vou lá ver de novo, no regresso. Gand não tem nada a ver com a que conheci, pacata, com poucas esplanadas, parada, limpa e ordenada. Está um caos, um estaleiro imenso, obras por toda a parte a desfear e complicar. Estou a conhecer mais em profundidade, já visitei 2 das beguinages, o bairro Prinsenhof, o mais autentico, com feira de antiguidades tipo Portobello e concertos de jazz ao ar livre, e o melhor, o passeio nocturno pelos canais. A zona central de Igrejas está impossível de multidao, sujidade, bêbados, obras, mau comércio. Uma desilusāo.