segunda-feira, 20 de julho de 2009

E que venha Marte!

A epopeia da viagem à Lua foi uma das grandes obras-primas da Humanidade. Planeada e executada com admirável mestria - e inegável estética! - a missão constituiu um trabalho de équipe esplendoroso, cujo risco calculado permitiu um grau de improviso que foi um dos mais belos momentos e salvou toda a operação.

Ciência e técnica são obra humana, a arte está nelas sempre presente de alguma forma. Desde o engenhoso projecto (quase à Jules Verne !) e lançamento à entrada em órbita lunar, passando pela emocionante descida do módulo, pelo saltitar sobre a superfície lunar, pelo regresso - tudo são movimentos, ritmos, bailados, enquadramentos, tudo é cinema e coreografia, tudo foi belo! Belo como a 9ª de Beethoven ou a Gioconda de Da Vinci.

Que venha Marte! Que se componha nova epopeia e nasça uma obra de arte assim tão perfeita! Seria trágico e muito feio se se saldasse num fracasso. A construção de uma base habitada em Marte é da ordem do sonho - daqueles sonhos que fazem mover montanhas.

Fotos de Marte pela sonda MRO, numa órbita baixa - 320 Km, que definitavamente comprovam a existência de água no subsolo:

clicar para ver maior - imagens espectaculares

Resolução: cerca de 1 metro.
Agora já sabemos situar com precisão alguns dos lagos subterrâneos, e a sua idade - cerca de 300 milhões de anos. O próximo passo é enviar robots - ou humanos ? - à procura de fósseis !

3 comentários :

Gi disse...

Comprovam mesmo? Ou apenas sugerem? E se há lagos subterrâneos, serão de água ou podem ser doutro líquido qualquer?
Perguntas sinceramente curiosas.

Mário disse...

A acreditar na Nasa e nas revistas científicas, está fora de dúvida que se trata de água. Depois de muitos e fortes indícios, por exemplo a presença de sais, a primeira prova deve ter sido dada pela Phoenix Mars Lander,em 2008, esta:

http://www.wsws.org/articles/2008/aug2008/mars-a09.shtml

A foto mostra gelo quase à superfície, cuja identificação não deixou dúvida depois de uma análise ao solo.

Mas o que a sonda MRO descobriu por análise espectral é noutra escala: enormes lagos de água gelada subterrâneos, a várias latitudes. As fotos que publico são manifestações à superfície que só se explicam pela água subterrânea.

Actualmente, isso já nem é objecto de polémica - o que está na ordem do dia é a existência de vida microbiana.

Mais sites:

http://marsprogram.jpl.nasa.gov/mro/gallery/press/index.html

http://www.marsanomalyresearch.com/evidence-reports/2006/111/cerberus-fossae-water.htm

http://www.space.com/scienceastronomy/080620-phoenix-ice-update.html

Gi disse...

Obrigada, Mário, é muito interessante. Noto que o Joseph Skipper (marsanomalyresearch) sugere que pode haver água líquida à superfície, o que pode não ser mais que uma teoria da conspiração.