quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Filósofos: que caminho ?



Philosophenweg, Dezembro de 2005

Pequena, medieval, preservada, histórica, universitária, é Heidelberg.

O Caminho dos Filósofos (ou Philosophenweg) de Heidelberg situa-se na encosta sobre a margem oposta do rio Neckar, a 200 m de altitude. Ao longo do percurso encontram-se plantas raras mais próprias de zonas quentes, graças a um microclima local: cerejeiras, ciprestes, bamboos, rododendros, yuccas, gingko... a vista sobre a cidade é soberba e inspiradora.

Há séculos atrás, Heidelberg era um refúgio para pensadores e estudiosos, em busca do romantismo daquele pedaço de vale ao longo do rio Neckar. A cidade universitária recebeu Goethe, Schiller, o poeta Eichendorff. Foi também um dos centros da Reforma, tendo acolhido Martinho Lutero em 1518. É a mais antiga universidade alemã, fundada em 1386 e nomeada em Outubro de 2007 como Universidade-Elite !

Nesta época tormentosa a todos os títulos, onde estão os Filósofos? Onde estais, Filósofos, para nos apontar o Caminho ? Andamos todos à deriva, sem modelos credíveis, sem ideais praticáveis, irmãos desavindos em crise permanente. Que é feito de vós, Filósofos, estais perdidos também no caminho ? Não basta ver as vistas, apreciar a paisagem - é preciso abrir caminho. Que falta fazeis!

2 comentários :

Gi disse...

Não sei por onde andam agora os filósofos, mas adorei Heidelberg quando lá estive num mês de Setembro há alguns anos: fiquei na zona antiga, que achei cheia de vida e música na rua.

Mário disse...

Como se vê pelas fotos, estive lá há pouco com muita neve e frio, não andava quase ninguém na rua. Mas quando veio o Sol, foi um deslumbramento. E de facto o ambiente universitário nota-se por toda a parte e dá muita animação.