sábado, 20 de março de 2010

Finalmente Primavera


Le Printemps
Théophile Gautier


Regardez les branches
Comme elles sont blanches,
Il neige des fleurs.

Riant de la pluie
Le soleil essuie
les saules en pleurs.

Et le ciel reflète
Dans la violette
Ses pures couleurs…

La mouche ouvre l’aile
Et la demoiselle
Aux prunelles d’or,
Au corset de guêpe
Dépliant son crêpe,
A repris l’essor.

L’eau gaiement babille,
Le goujon frétille
Un printemps encore !



Caros comentadores, espero que não levem a mal, apaguei os 2 posts anteriores que eram meio estranhos ao estilo habitual. Agradeço a vossa participação e preocupação, está tudo de regresso à "normalidade". Boa Primavera !

2 comentários :

Paulo disse...

Ainda bem que assim é. Boa Primavera.

Gi disse...

Mário, está em sua casa :-) Mas o pequeno episódio estranho foi interessante.
Ainda bem que está melhor.