quinta-feira, 13 de maio de 2010

Dispenso Papas - 5 e último

Nova lei da Blasfémia na Irlanda

Desde 1 de Janeiro, uma nova lei contra a blasfémia na Irlanda entrou em vigor, com multas até 25000 €. Define blasfémia como " publicar ou divulgar material grosseiramente abusivo ou insultuoso em relação a assuntos tidos como sagrados por qualquer religião, causando intencionalmente ofensa a substancial número de aderentes dessa religião".

Isto é para que se veja como os radicais islâmicos aprenderam com alguém na mesma escola:

As leis contra a blasfémia já tinham sido recusadas no Reino Unido em 2008; pretendiam impedir insultos e críticas contra as crenças cristãs, mas foram consideradas contrárias à liberdade de expressão e aos direitos humanos. Pois agora a Irlanda aprovou essa mesma lei da blasfémia! Não estão em causa pessoas, claro, que têm direito ao respeito e ao bom nome; mas as ideias, o pensamento, as crenças, não podem ser blindadas contra a expressão pública do pensamento, seja ele sério ou humorístico! Pobre Guerra Junqueiro, ficava a arder com os 25000€ de multa. Já houve tempos de maior liberdade de expressão.

Triste ou grotesco?
Hoje na TSF, um repórter entusiasmado : "Uma multidão de padres, freiras e seminaristas vitoria o Papa à sua entrada..."

3 comentários :

Sara Raposo disse...

Olá Mário:

Uma curiosidade: a propósito do cartoon e da contradição nele presente, fiz um post para explicar aos meus alunos o que são proposições contraditórias (e como este discurso - do crente - é irracional e indefensável do ponto de vista lógico), ver em:

http://duvida-metodica.blogspot.com/2009/10/proposicoes-contraditorias-analise-de.html

Cumprimentos.

Mário disse...

Já fui ver, Sara, juro que não copiei a imagem do Dúvida Metódica! Está muito bom o artigo. Devo dizer que sigo o seu blog quase diariamente e se não comento mais é porque exigiria mais tempo do que eu posso dispensar, infelizmente. Debate filosófico sério é para mim uma das mais úteis e elevadas actividades humanas, mas precisa de tanta bagagem e dedicação que não é para todos, mais ou menos como a Física Quântica ou a Cosmologia. Parabéns mais uma vez.

Sara Raposo disse...

Olá Mário:
É evidente que a minha observação não tinha qualquer intuito de dar conta de um furto! Aliás, eu também "roubei" a imagem da Internet a alguém que até se deu ao trabalho de a traduzir para português. Portanto, julgo que ambos devemos algo ao cartoonista autor das ideias.

Sabe dizer-me se o cartaz, que apresenta no seu blogue, foi o local onde o cartoon foi originalmente publicado?

Agradeço as suas palavras simpáticas e posso dizer-lhe que o seu blogue é dos poucos que frequento. Ainda que eu não tenha também muito tempo para expressar opiniões, é um prazer ter um interlocutor como o Mário. Não há muitas pessoas, na chamada blogosfera (mesmo entre os professores de Filosofia, como pode verificar) interessadas em trocar ideias ou em discutir, a maioria delas utiliza os blogues para afagar o seu Ego ou o Ego dos amigos.

Enfim, a ideia de que a liberdade e a facilidade em trocar informação que hoje existe pode ser usada para fins elevados - como adquirir conhecimento - é uma mentira, que fica bem nos discursos. Na prática as pessoas abominam, como se constatou com a vitoria do Benfica ou a vinda do Papa, tudo aquilo que lhes interrompe o pão e o circo.

O estado de alienação sempre foi - historicamente para a maioria das pessoas - preferível, à lucidez! Quem pensa e diz o contrário está iludido ou, então, pretende iludir os outros.
Cumprimentos.